CHAMAR OU PRESTAR ATENÇÃO: O QUE FAZ A DIFERENÇA?

Seu-marido-dá-mais-atenção-para-o-celular-do-que-para-você-742x360

As novas tecnologias e redes sociais estimulam o desejo de ser visto e notado.
Sergio Chaia, que foi CEO da Nextel e da Sodexo Pass, contou no Valor Econômico como um grande amigo foi influenciado, de forma marcante, por certo artista de cinema que se destacou em filmes como “A Origem” e “Batman: O Cavaleiro das Trevas”. Foi o ator Joseph Gordon-Levit com sua palestra no TED, “Como o desejo de atenção nos torna menos criativos”. Joseph, após sua longa experiência na indústria criativa (teatro, cinema, TV e mídias sociais) concluiu que:

• Há relevante diferença entre “chamar atenção” e “prestar atenção”.
• A obsessão por chamar atenção traz inúmeros efeitos colaterais negativos.
• Tornou-se quase um vício seu próprio envolvimento compulsivo com as redes sociais, que elevou seu desejo de chamar a atenção. Isso lhe trouxe infelicidade.
• Aprendeu que se quisesse ser mais feliz, ao invés de chamar atenção, deveria prestar mais atenção.

Chaia concluiu que em sua experiência de CEO, e em sua vida pessoal, tudo isto fazia total sentido. Sobre o desafio de prestar mais atenção ele deixou algumas dicas, especialmente para os líderes:

• Olhe mais para seus colaboradores: busque compreender seus desejos, frustrações e potencialidades.
• Preste atenção genuína às suas histórias, vivências, competências e talentos.
• Cultive o hábito de estar mais presente, entender a verdade de cada situação e escolher a melhor resposta, mesmo diante dos milhares de estímulos que nos bombardeiam e a pressão por resultados.
• E, finalmente, observe em si mesmo a sensação de relevância, de ter feito algo com impacto verdadeiro, que se traduz numa sensação de felicidade.

AUTOR: Antonio Carlos A. Telles – Consultor em Desenvolvimento de Pessoas, Estratégia e Ética & Compliance (WCCA e LRN)

COLABORAÇÃO: Guilherme Carvalho-Gerente de Negócios e Relacionamento da WCCA

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Você também pode se interessar por:

NOSSO APLICATIVO: ALFA ZERO

A WCCA – Consultores Associados em parceria com a SprintMind, apresenta o seu aplicativo  ” ALFA ZERO “. Crie um ambiente de Gestão Colaborativa entre o seu RH e a Produção, ajude o seus Gestores a terem visão estratégica do seu ambiente de trabalho.Agende uma apresentação online ou construa um projeto piloto com a nossa

Leia mais >

COMO PREPARAR SUA EMPRESA PARA O MUNDO POS-PANDEMIA?

“Preparing Your Business for a Post-Pandemic World” foi o tema explorado na Harvard Business Review (10/4/2020) por dois professores (1) da  Copenhagen Business School da Dinamarca. Vivemos uma pandemia global com impactos locais, mas os conceitos e práticas fundamentais de gestão são universais. É sempre útil refletir sobre  recomendações de especialistas internacionais, pois as empresas

Leia mais >

LGPD FOI ADIADA DEVIDO AO COVID19

Em toda mudança convém observar prós e contras. É o caso da prorrogação da entrada em vigor da legislação brasileira sobre proteção de dados. Em virtude dos impactos da pandemia, o Senado Federal aprovou na última sexta-feira (3/4/2020) a prorrogação do início da vigência, da Lei Geral de Proteção de Dados –LGPD, de agosto de

Leia mais >

ATENÇÃO RH! NÃO PERCA! É IMPORTANTE!
In Company

CURSO DE FORMAÇÃO SINDICAL PARA GESTORES DE FÁBRICA E DA ÁREA DE RH

A gestão moderna de uma empresa, exige que os gestores e colaboradores da área de RH, utilizem ferramentas adequadas para a administração da gestão sindical no âmbito da empresa e nas relações com o Sindicato.

Objetivos

  • Preparar os gestores para administrarem diariamente as Relações Sindicais e Trabalhistas produzidas por Cipeiros, Dirigentes Sindicais e estáveis.
  • Desenvolver “lideranças”, posicionando-as como administradoras do capital e do trabalho, administrando as insatisfações e os líderes naturais.
  • Capacitar os gestores para o preenchimento dos “espaços vazios” que possam ser explorados pela ação sindical interna.
  • Aumentar a percepção dos Gestores como base para a prevenção de greves.
  • Conscientizar os participantes da vital importância da preparação organizacional para enfrentar as demandas sindicais.
  • Transmitir aos participantes as situações reais vividas pela WCCA em greves e negociações com Sindicatos em diversas empresas, através de conteúdos eminentemente práticos e atuais.

Cadastre-se para receber mais informações: